Logo a caminho: Logo da JMJ vai visitar as vigararias de Leiria-Fátima

Começam já no dia 23 de setembro de 2021 as visitas do logo da JMJ Lisboa 2023 às várias paróquias da nossa diocese.

A primeira vigararia a receber o Logo a caminho é a vigararia da Batalha, que já tem planeado o itinerário que este símbolo fará para dar a conhecer às várias comunidades paroquiais o “rosto” da nossa Jornada Mundial da Juventude.

Além deste objetivo, a visita do logo pretende também sensibilizar as paróquias, sobretudo os seus líderes, para a necessidade de cuidar da evangelização dos jovens durante e para além do percurso da catequese e reconhecer na JMJ Lisboa 2023 uma oportunidade e um incentivo.

Após a visita à vigararia da Batalha, o logo passará pelas vigararias de Porto de Mós, Leiria, Fátima, Milagres, Monte Real, Marinha Grande, Ourém e Colmeias, até junho de 2022. A transição para a vigararia seguinte realizar-se-à sempre após o dia 23 de cada mês, para que todas possam marcar o dia 23, dia JMJ, de alguma forma.

Durante as visitas do Logo a caminho, estão previstas várias propostas paroquiais e vicariais, que convidam os jovens e toda a restante comunidade a conhecer a Jornada Mundial da Juventude através do logo, que poderão ter lugar em assembleias paroquiais, missas vespertinas e dominicais, encontros de catequese, entre outros.

Apesar de esta ser uma iniciativa do COD (Comité Organizador Diocesano) e de a sua presença acontecer em todas as vigararias, os COV (Comités Organizadores Vicariais) são os responsáveis por organizar as propostas vicariais e paroquiais, numa forma de aproximar os jovens aos seus líderes e de haver um acompanhamento local na preparação para a Jornada Mundial da Juventude.

A Vitamina 23 deste mês de setembro, iniciativa que marca todos os dias 23 até à JMJ Lisboa, coincide com o lançamento do Logo a caminho e por isso realiza-se inteiramente na paróquia da Calvaria, vigararia da Batalha, com uma celebração de entrega do logo e uma apresentação deste símbolo e da Jornada Mundial da Juventude aos jovens daquela comunidade paroquial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *