Festival Musical On-line


Já abriram as votações do festival musical on-line “Louvai ao Senhor”.
Agora já podes votar na tua música preferida!
Contamos com o teu voto.

Carrega aqui para votar na tua música preferida!

Nota: Apenas podes votar uma vez por dia na tua música preferida.
Ao votares terás acesso imediato aos resultados da votação até ao momento.


Os tocadores de trombeta e os cantores, unidos, entoavam em coro o louvor do SENHOR. Quando as trombetas, os címbalos e os outros instrumentos de música tocavam, eles cantavam: «Louvai ao SENHOR porque Ele é bom, e é eterno o seu amor!» Então, o templo do SENHOR encheu-se de uma espessa nuvem, de tal modo que os sacerdotes não podiam permanecer dentro dele para exercer as suas funções, por causa da nuvem, porque a glória do SENHOR enchia a casa de Deus.

2 Cr 5, 13-14

O portal Cristo Jovem e a XTOfm estão a organizar um festival musical on-line destinado a todos os jovens católicos portugueses.

Ver mais informações no Portal Cristo Jovem

Encontro de Jovens da Vigararia dos Milagres

«Excêntricos por um dia»


Data:
26 de Maio
Local: Soutos (da Caranguejeira)

Horários:
Início: 15.30h
Fim: 21.30h

Amigos, será já no próximo dia 26 de Maio que decorrerá nos Soutos da Caranguejeira o Encontro Vicarial de Jovens (da Vigararia dos Milagres).
Terá como tema «Excêntricos por um dia». Pretende ajudar ao conhecimento, reflexão e partilha entre os jovens da Vigararia dos Milagres (Amor, Arrabal, Bidoeira, Boa Vista, Caranguejeira, Milagres, Regueira de Pontes, Santa Eufémia).

Devem levar:

  • jantar
  • roupa prática (para uma pequena caminhada)
  • instrumentos musicais
  • boa disposição…
Para mais informações, informa-te junto do teu Pároco.

Vem e trás um amigo… Contamos contigo…

Fátima Jovem 2007: O desafio de renunciarmos a nós mesmos para pegarmos na nossa Cruz

Decorreu no passado fim-de-semana de 5 e 6 de Maio 2007 mais uma edição do Fátima Jovem, à qual como já tem vindo a ser hábito, milhares de jovens de todas as dioceses, entre os quais, cerca de cinquenta jovens da diocese de Leiria Fátima, se juntaram para descobrir o desafio de renunciar a si mesmo e pegar na sua Cruz.

Uma hora antes do encontro começar, já eram muitos os jovens que se concentravam junto do Centro Pastoral Paulo VI, aguardando a abertura das portas. De todos os cantos ouviam-se diversas vozes gritando bem alto os nomes das suas dioceses, levando a que, num saudável clima de convívio e fraternidade, logo de seguida outro grupo de outra diocese se metesse também ao desafio a gritar o nome da sua diocese ainda mais alto. E, apesar de sermos poucos, também nós do Grupo de Jovens e catequeses da Paróquia de Carvide, unidos aos movimentos juvenis de Fonte Cova, paróquia de Monte Redondo, fizemos chegar bem alto o nome da nossa diocese, fazendo frente aos mais variados grupos muito mais numerosos e que, rendendo-se à nossa força, gritavam também por Leiria, para além de gritar pelas suas próprias dioceses Braga, Porto, Aveiro etc. Assim, rapidamente se criou um clima muito saudável de união e fraternidade entre os jovens presentes, clima este que continuou dentro de um Auditório Paulo VI a rebentar pelas costuras.

E foi neste ambiente de festa que, todos unidos, saudámos Maria numa oração em que, entre cânticos, oração e meditação, fomos sendo convidados a renunciar a tudo o que nos separa de Deus, para tomarmos a nossa Cruz e segui-lo. E porque a Cruz era de facto o grande desafio de todo este fim-de-semana, o ponto alto deste momento de oração e de festa estava mesmo reservado para a entrada da Cruz Ecuménica, que vem desafiar todos os Cristãos a viver a sua fé sempre unidos.

E depois de um bom jantar e momento de convívio entre os nossos grupos, chegou o momento de voltarmos ao Santuário para assistirmos e participarmos na oração do Rosário e procissão das velas, preparando-nos em espírito para a vigília que viria a seguir.

Apesar da hora já tardia, o Auditório voltou a encher e mais uma vez, foi a boa vontade de toda a gente presente que fez com que todos coubéssemos no Auditório Paulo VI para a Vigília de oração, em que tivemos oportunidade de aprofundar o valor e a riqueza do Ecumenismo. Já num ambiente mais sereno, mas não menos festivo, entre cânticos, representações teatrais e interpelações dirigidas a toda a assembleia presente, fomos conhecendo melhor o que no passado levou à separação dos vários cristãos, que, se no passado, chegaram mesmo a viver de costas voltadas, hoje voltam a viver numa união cada vez mais forte em torno de Jesus Cristo. E foi ao som do Hino deste Fátima Jovem, “Toma a tua Cruz e segue-me”, que já depois da meia-noite abandonámos o Auditório Paulo VI, com o desafio de nos unirmos a todos os Cristãos na vivência da nossa fé, e assim, cativarmos outros que ainda não conhecem Jesus a juntarem-se a nós.

Para finalizar esta nossa Peregrinação, nada melhor do que nos juntarmos Domingo a todo um conjunto de peregrinos vindos de toda a parte para a missa Dominical presidida por D. Ilídio Pinto Leandro, Bispo da Diocese de Viseu. Ali, no Altar do Mundo, voltámos mais uma vez a ser desafiados para renunciarmos a tudo o que nos afasta de Deus, para tomarmos de vez a nossa Cruz. Eram muitos os jovens que enchiam as escadarias do Santuário, que com ânimo e vida receberam as palavras de encorajamento de D. Ilídio, mostrando assim a todos que a nossa fé está viva e que estamos prontos a agarrar a nossa Cruz. E foi na Acção de Graças que colocámos as nossas bandeiras, vindas das várias dioceses ali representadas por movimentos de jovens, frente ao Altar, enchendo assim o Altar do Mundo de cor e ouviu-se a voz dos jovens entoar uma última vez o Hino desta Peregrinação, enquanto dávamos um nó nos nossos lenços brancos, formando assim o nosso compromisso com Deus para o nosso envio. Alguns foram ainda mais longe, atando o seu lenço ao lenço do vizinho do lado, formando assim uma corrente de união que simboliza bem o espírito de união com que todos nós saímos deste encontro. Para finalizar, as nossas bandeiras, entre as quais, graças à iniciativa da Paróquia de Monte Redondo, estava a bandeira de Leiria-Fátima, acompanharam no cortejo final a imagem de Nossa Senhora de volta à Capelinha das Aparições, enquanto todos nós acenávamos com o nosso lenço em sinal de despedida de uma Peregrinação, que certamente ficará ainda por muito tempo nos nossos corações.

Assim terminou mais uma edição do Fátima Jovem, que mais uma vez, mostrou que a juventude continua a saber viver em Igreja. A todos os jovens que nos acompanharam, especialmente aos da diocese de Leiria-Fátima, o nosso muito obrigado por fazerem deste encontro, um encontro de festa, de oração e de reencontro com Deus. Até para o ano.

Marco Silva
(Grupo de Jovens Íris – Paróquia de Carvide)

Fátima Jovem 2007, a festa dos jovens católicos

Decorreu este fim-de-semana a peregrinação anual dos jovens ao Santuário de Fátima. Esta peregrinação é o maior encontro de jovens a nível nacional, tendo reunido este ano aproximadamente 10.000 jovens vindos de todo o país.
O tema deste ano, “Renuncia a ti mesmo, toma a tua cruz”, possuía um sentido claramente vocacional segundo as palavras de D. Ilídio Leandro, bispo de Viseu, que presidiu a este Fátima Jovem.
Durante a tarde de Sábado, a alegria e enorme entusiasmo dos jovens encheram por completo o auditório do centro pastoral Paulo VI que foi pequeno para acolher todos os jovens. Ai teve lugar o acolhimento, Oração Mariana, Oração de renúncia e a Chegada da Cruz ecuménica ao local. Durante a noite, depois do habitual Rosário e procissão das vela, teve lugar uma vigília ecuménica no Auditório do Paulo VI.
Domingo foi a invasão total do Santuário por parte dos jovens. Milhares de jovens encheram de cor e alegria as escadarias do santuário mostrando a todos a força e a vitalidade de uma Igreja que está a renascer aos poucos, sendo que o momento mais marcante da Eucaristia foi o momento do envio em que os jovens cantaram o hino do Fátima Jovem erguendo os lenços brancos distribuídos pela organização.

Hiperligações

Se quiseres sugerir mais alguma página, deixa comentário em baixo…

Serviços Diocesanos de Pastoral Juvenil

Grupos de jovens da Diocese de Leiria-Fátima

Movimentos da Diocese de Leiria-Fátima

Serviços da Diocese de Leiria-Fátima

Paróquias da Diocese de Leiria-Fátima

Subsídios para a pastoral juvenil

No Cercal: Oração à luz de Taizé

O grupo de jovens da paróquia do Cercal vem por este meio convidar todas as pessoas a participar numa oração à luz de Taizé, que irá realizar-se na Igreja paroquial do Cercal, no dia 5 de Maio pelas 21h30.
Pára um momento! Sai da rotina do dia-a-dia, olha à tua volta e escuta…Mesmo quando, por vezes, parece ser noite, uma luz brilha no meio das trevas, é o Cristo o ressuscitado, Ele que deu a sua vida por amor. Pensa nisto! Vem e traz um amigo.

Ainda a propósito do retiro de jovens

O retiro foi curto, mas penso que proveitoso. Serviu para fugir da minha rotina e poder durante cerca de 24 horas voltar a colocar Cristo no centro da minha vida. Agora que escrevo já com alguns dias de distância sinto ainda a mensagem bem viva dentro de mim.
Para isso acontecer tenho que agradecer o empenho do Pe. Nuno que nos soube orientar e motivar a estarmos concentrados no que estávamos ali a fazer.
Este retiro para mim foi muito difícil pois os momentos mais importantes foram sempre em silêncio. O silêncio, sei-o agora, é muito difícil de conseguir, mas só assim se “escuta” melhor a mensagem de Cristo.
Tenho que referir ainda a presença de D. António Marto, que veio valorizar ainda mais o nosso retiro e agradecer ao SDPJ a oportunidade que me deram de participar em mais uma actividade “Jovem”.

Um participante

Peregrinação jovem: primeiro estranha-se, depois entranha-se

Pela primeira vez fui a uma peregrinação da nossa diocese e só posso dizer que adorei.
Nunca pensei que aqueles dois dias fossem tão diferentes do que eu pensava: o convívio com todos os jovens e as relações que surgiram de um momento para o outro, a maneira original de estarmos em contacto com outras pessoas através de uma flor.
O primeiro contacto com o meu grupo foi estranho, como eu esperava, mas depois não foi assim tão difícil. Num instante, sem dar por isso, estávamos a rir e a falar como se já nos conhecêssemos há séculos…
A parte que mais gostei… É um pouco difícil escolher, mas a que me marcou mais foi a apresentação dos trabalhos que fizemos ao longo da tarde.
Na minha opinião acho que deveria de haver mais iniciativas deste género ao longo do ano para estar sempre em contacto com outros jovens da nossa diocese.
Quero agradecer a organização e a todos os jovens que participaram por me terem proporcionado um dia tão especial e por ter conhecido aquelas pessoas que não irei esquecer!
Para terminar: palminhas!

Joana Santos
Paróquia da Caranguejeira

Serviço Diocesano de Pastoral Juvenil