Arquivo de etiquetas: festival 2008

Leiria-Fátima venceu o festival nacional

Acolhe, Sente, Ama… Acolhe a Luz… acolhe…

“Recebereis a força do Espírito Santo que descerá sobre vós, e sereis minhas testemunhas” (Act 1,8). Este foi o tema do VII Festival Nacional Jovem da Canção Mensagem que se realizou no dia 1 de Dezembro de 2008, pelas 15 horas, no pavilhão multiusos em Coimbra.

Participaram neste evento 13 das 19 dioceses do nosso país; a nossa Diocese de Leiria-Fátima esteve muito bem representada.

O Secretariado Diocesano Pastoral Juvenil (SDPJ) de Coimbra, em consonância com todos os SDPJ´s do país, foi o responsável pela organização.

O grupo de Leiria/Fátima, ANIMAchorus – Cortes Leiria, foi o grande vencedor. Para além do primeiro prémio, ainda levaram para casa o prémio de melhor música e o mais importante, segundo estes, o prémio Ser, prémio votado por todos os concorrentes, o que demonstra o grande carinho de todos pelos nossos participantes, e isso guarda-se no coração!

De facto o nosso grupo teve uma presença muito forte ao longo destes dias. A boa disposição predominava e acima de tudo o companheirismo para com os outros; foram sempre muito activos na eucaristia, nas orações e na catequese, no serão e por onde andavam conseguiam cativar sorrisos! Foram uns merecidos vencedores, não só pela qualidade da música, mas também pelas pessoas que são, humildes, simpáticos, divertidos, trabalhadores e cheios de força (do Espírito Santo).

ANIMAchorus (coro da alma) nome do coro ao qual pertencem, é constituído por sete elementos, que partilham um sentimento em comum, a música! Sentem, também o orgulho por, através da música, poderem “…espalhar a palavra que cada uma traz (…) sobre Deus e a união de todos num só” (Fábio Ferreira-teclista, palhaço e muito amigo de todos).

O programa teve inicio no dia 30 de Novembro com o acolhimento às 10h, seguido da oração da manhã e primeiro encontro de todos os concorrentes. Diria primeiro e único, tendo em conta que, a partir deste momento, vivemos os dois dias em plena comunhão, pois nunca mais nos separámos.

No dizer de uma interveniente, “O festival foi uma experiência única! Já tinha começado a nível regional, e a atitude foi sempre a mesma, com a diversão, o convívio e a mensagem sempre a orientar a nossa caminhada! Ainda agora terminou, e as saudades já se fazem sentir…” (Joana Bento-voz).

Ainda no primeiro dia, fizemos num autocarro panorâmico um passeio pela cidade de Coimbra, ao sabor do vento, chuva e muito frio! Almoço e durante a tarde os testes de som nos quais cada grupo realizou alguns ensaios sobre o olhar atento do júri , que era composto por um elemento representante dos SDPJ´s de cada Diocese.

Às 19h dirigimo-nos para a Igreja de São José onde assistimos à Eucaristia presidida pelo Sr D. Serafim, Bispo Emérito da nossa diocese, e animada pelos concorrentes do festival. Jantámos e seguimos rumo ao serão muito bem animado entre danças, jogos e muita, muita união e companheirismo, “Foi simplesmente fantástico, cheio de alegria e diversão! Adorei estar lá, principalmente no que toca às amizades!”(Marcelo Andrade-percussão).

No grande dia iniciámos a manhã com a catequese muito esclarecedora e dinâmica. Já se sentia a ânsia e o nervosismo mas, o que predominou foi a união entre todos. De fora ninguém percebia quem era de cada diocese, não havia grupos, antes um só grupo de amigos a partilharem uma única experiência de fé, cheios da força do Espírito Santo, “Senti uma imensa alegria, felicidade, companheirismo e paz interior. Toda uma vontade de levar a música e fé por esta terra fora, para levar esta alegria a todos.”(Helder Brites- baixo)

O grande momento chegou. Refiro que nunca se sentiu espírito de competição, antes de união. Todos deram o seu melhor e todos se apoiaram mutuamente, foi uma vibração muito positiva e aconchegante. Afinal todos já eram vencedores.

Melhor do que ninguém só os intervenientes podem descrever o que se viveu neste festival. “Existem momentos que nos marcam e que nunca mais esqueceremos como os de convívio, alegria, paz, fé, partilha, loucura, conhecimento, amor e de muita emoção, onde todos fomos um durante o festival onde acolhemos o Espírito Santo! (…). Obrigado pela oportunidade de levar esta mensagem a todos como canção e a honra de sermos ainda mais felizes! Ao grupo de 7 elementos, mais um, a nossa júri e às nossas famílias e amigos que estiveram sempre a torcer por nós, muito obrigado!”(Marco Fernandes-voz).

Catarina Bagagem

Festival da Canção Jovem ’08: classificação

1º lugar: Acolhe (Grupo Animachorus; paróquia das Cortes)
2º lugar: Um grito de esperança (Paróquia de Albergaria do Doze)
3º lugar: Em busca da tua ternura (Grupo JPJ; paróquia das Colmeias)
Melhor letra: Um grito de esperança (Cândida Dias; paróquia de Albergaria do Doze)
Melhor música: Um grito de esperança (Paróquia de Albergaria do Doze)
Melhor interpretação: Acolhe (Grupo Animachorus; paróquia das Cortes)
Prémio auditório: Acolhe (Grupo Animachorus; paróquia das Cortes)
Prémio Ser: Acolhe (Grupo Animachorus; paróquia das Cortes)

Festival da Canção Jovem ’08

O Serviço Diocesano de Pastoral Juvenil propõe-se organizar o Festival Jovem 2008, a ter lugar no dia 25 de Maio de 2008, pelas 15h00, no jardim de Santo Agostinho, em Leiria.
OBJECTIVOS DO FESTIVAL
1. Incentivar a criação poético-musical, partindo dos valores religiosos.
2. Promover a canção religiosa como valor na evangelização e no quotidiano dos jovens.
3. Possibilitar o encontro e o convívio são e construtivo entre os jovens da Diocese de Leiria.
4. Animar o Ano Pastoral Juvenil 2007-08, marcando a caminhada deste ano de uma forma criativa, festiva e entusiasta.
Para mais informações, descarrega o regulamento.
Fazer download do regulamento