Jovens de Leiria-Fátima na Jornada Mundial da Juventude

A razão de ser da Jornada Mundial da Juventude 2011, em Madrid, eram os jovens, porque responderam ao chamamento daquele que foi o destino nestes dias: a pessoa de Jesus Cristo. Os 210 jovens que no dia 15 de Agosto, partiram do Seminário de Leiria (200 da Diocese de Leiria-Fátima e 10 da Diocese de Portalegre-Catelo Branco), regressaram na madrugada do dia 22, depois de uma semana de muitas emoções e experiências de fé. À chegada sentia-se que esta foi, certamente para muitos, a experiência de uma vida.

As palavras do Papa, na vigília de Cuatro Vientos resumiram toda a semana vivida cheia de intensidade: “Convido-vos a pedir a Deus que vos ajude a descobrir a vossa vocação na sociedade e na Igreja e a perseverar nela com alegria e fidelidade. Vale a pena acolher a chamada de Cristo no nosso interior e continuar com valentia e generosidade o caminho que Ele nos proponha”.
Na Eucaristia de encerramento que começou pelas dez da manhã, do dia 21, depois do Papa percorrer todo o aeródromo para saudar os jovens que, na sua maioria, pernoitaram em Cuatro Vientos, e consciente das adversidades do mundo em que vivem os jovens, disse: “Não tenhais medo do mundo, nem do futuro, nem da vossa debilidade. O Senhor concedeu-vos viver neste momento da história, para que graças à vossa fé continue a ressoar o seu Nome em toda a terra.” “É impossível encontrar Cristo, e não O dar a conhecer aos outros. Por isso, não guardeis Cristo para vós mesmos. Comunicai aos outros a alegria da vossa fé. O mundo necessita do testemunho da vossa fé; necessita, sem dúvida, de Deus.”

O grupo da diocese de Leiria-Fátima, que foi acompanhado por 8 padres (6 da diocese de Leiria e 2 da Diocese de Portalegre-Castelo-Branco) e 1 diácono, veio consciente de que a sua missão começa agora, nas suas famílias, nos grupos e na paróquia da qual cada um é proveniente. Conscientes ainda de que as JMJ não são o fim de uma etapa, mas sim o início de um testemunho de firmeza na fé, da vida que Deus nos dá. Apesar das dúvidas e fracassos, o Deus de Jesus Cristo continua a querer precisar de cada um deles, pois cada um é único e Deus os quer enraizados n’Ele, o Único que garante uma felicidade sem limites, que dura e perdura se vivemos no seu coração.

P. Manuel Henrique de Jesus
Director do Serv. Dioc. da Pastoral Juvenil

One thought on “Jovens de Leiria-Fátima na Jornada Mundial da Juventude”

  1. JMJ 2011 MADRID
    ALEGRIA NO SENHOR

    Já vai um mês passado das JMJ 2011 MADRID e ainda corre nas nossas veias a euforia da vivência cristã que lá sentimos.
    Fomos 15 elementos do grupo “AGNI DEI”:
    Andreia, Andreia Sousa, Beatriz, Daniela, Filipe, Joana, Jéssica, Kathia, Mariana, Marcelo, Patrícia, Ruben, Silvia, Soraia, Valdemar. Na ida cada um por si mas na vinda todos por um – Jesus Cristo.
    Foi uma experiência única, uma festa da alegria da fé que temos, o que pudémos viver naqueles dias.
    Foi o renovar da nossa vida espiritual através do nosso contacto com tantos que, tal como nós, nunca julgámos ser assim TANTOS.
    Sabemos que, muitas vezes, especialmente os mais jovens, receiam em afirmar a sua identidade Cristã aos seus amigos ou áqueles que com eles convivem no dia a dia, mas a verdade é que, e no nosso caso, testemunho eu, através das JMJ, isso torna-se impossível.
    Somos todos Cristãos, fomos todos pelo mesmo Cristo e vivemos todos a mesma Fé, sem olhar à raça ou à cor da pele, através do nosso sorriso, do nosso acenar de mão, da nossa afirmação como portugueses, dos nossos cânticos de mensagem jovem. Enfim, tudo o que nos referencia pessoalmente fazia-nos identificar com todos os que por nós passavam e que retribuima, também, fazendo-o sem vergonha ou receio. Somos tantos, juntos com a mesma base espiritual – Jesus Cristo.
    O nosso Santo Padre Bento XVI alertou-nos para que: ” Não tenhais medo do mundo, nem do futuro, nem da vossa debilidade… O Senhor concedeu-nos viver este momento da história… É impossível encontrar Cristo e não O dar a conhecer aos outros…”
    Nós somos a prova viva disso mesmo. Com estas JMJ somos jovens mais alegres em Cristo, mais FIRMES na nossa FÉ, embora saibamos que a vida de rotina nos pode levar a fracassos ou desilusões, a lágrimas ou revoltas, também sabemos, e agora temos ainda mais certezas disso, que há um Deus que nos ama sem limites e quer que sejamos felizes por inteiro. Só com Ele sabemos que o pudemos ser, deixando para trás tudo o que de menos interessa e, apenas dando importância a tudo o que de bom temos na vida e que Ele nos proporciona viver.
    ATÉ BREVE
    Silvia Santos
    dos “AGNI DEI”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *