Pastoral Juvenil apresenta Catequeses para Madrid

O Departamento Nacional da Pastoral Juvenil acaba de disponibilizar no seu site, na Secção Downloads, a primeira catequese para a Jornada Mundial de Madrid, preparada pelo mesmo Departamento. O documento vem ainda acompanhado pela Mensagem de Bento XVI Jornada Mundial da Juventude, um Índice de todas as catequeses a disponibilizar e uma Introdução e Orientações Metodológicas, assinada pelo Director do DNPJ, Pe. Pablo Lima.

A publicação online desta primeira Catequese responde à necessidade de não atrasar a caminhada dos grupos juvenis, pois as catequeses estão previstas para ser realizadas entre Outubro deste ano e Julho do próximo e não se dirigem apenas aos jovens que irão fisicamente a Madrid. A publicação das próximas catequeses está prevista para meados de Novembro em formato papel.

As outras nove catequeses foram redigidas pelas Secretariados Diocesanos de Pastoral Juvenil e Movimentos e estão todas introduzidas por um texto assinado por um bispo português, o que constitui «um dos grandes valores deste Itinerário – razão pela qual o consideramos preferível a outras propostas menos contextualizadas como sejam as redigidas e construídas por cada grupo particular ou mesmo as que oferece o Comité Organizador da JMJ Madrid 2011» – como pode ler-se na Introdução.

O tema desta primeira catequese está centrado na pessoa e mensagem de Jesus Cristo e faz um jogo de palavras com as iniciais da JMJ: «Jesus no Meio dos Jovens» é o seu título. As seguintes catequeses a apresentar tocarão em temas sempre relacionados com as Jornadas: a Palavra de Deus (2.º), o Baptismo (3.º), a Igreja (4.º), a Missão (5.º), a Amizade (6.º), o Matrimónio (7.º), o Sacerdócio (8.º), a Igreja e os Jovens (9.º – história, programa e sentido da JMJ) e a Santidade (10.º).

Com esta publicação, o Departamento Nacional pretende «contribuir para a criação de uma “Cultura do Itinerário formativo” na pastoral juvenil, nos grupos e nos mesmos jovens que ainda falta em Portugal» pois «ninguém ignora que é a seguir ao 10.º ano da Catequese que todas as comunidades sofrem uma “sangria”, e isto em grande parte por não haver uma proposta concreta após a conclusão da caminhada catequética preparada pelo SNEC».

via Departamento Nacional da Pastoral Juvenil
ver secção de dowloads/jmj deste site

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *