Cruz das JMJ está a chegar a Portugal

Peregrinação tem sido ocasião de aprofundamento da fé e reconciliação com o catolicismo

A Cruz que marca presença nas Jornadas Mundiais da Juventude vai estar em Portugal entre 8 e 20 de Agosto, passando pela primeira vez na diocese de Angra e, possivelmente, no Funchal.

O percurso pretende motivar a participação no próximo encontro mundial dos jovens, que se realiza em Madrid entre 16 e 21 de Agosto de 2011, dado que a Cruz e o ícone mariano que a acompanha, o mais importante de Roma, são os objectos materiais polarizadores da iniciativa.

Tudo começou a 31 de Março de 1985, um ano antes das primeiras Jornadas, quando o Papa João Paulo II fez a entrega da Cruz, que desde então tem sido ocasião de aprofundamento da fé e de reconciliação com o catolicismo para milhões de jovens em todo o mundo.

Em entrevista à Agência ECCLESIA, o director do Departamento Nacional da Pastoral Juvenil, Pe. Pablo Lima, recordou os “testemunhos marcantes” de jovens que se aproximaram novamente da Igreja aquando da última visita da Cruz a Portugal, em 2004, alguns meses antes das primeiras Jornadas presididas por Bento XVI, na cidade alemã de Colónia.

Em Viana do Castelo, lembra o responsável, “juntou-se uma grande multidão à volta da Sé. Alguns jovens que estavam de passagem perguntaram o que é que se ia passar, e quando ouviram dizer que ia chegar uma cruz originalmente enviada por João Paulo II, decidiram ficar para a acolher e permanecer em oração”.

“Muitos deles não quiseram deixar passar a oportunidade de, no fim, escrever algumas palavras no livro de memórias. Alguns referiram que não entravam há muito tempo numa igreja e que aquela tinha sido uma oportunidade para voltar a rezar”, no meio de uma “grande emoção por ver tantos jovens reunidos em oração”, acrescenta o sacerdote.

O Pe. Pablo Lima acredita que a passagem da Cruz vai ser novamente “uma oportunidade de renovação espiritual” oferecida “a todos”: “Aos que vão às Jornadas e àqueles que não podem ir, aos que já são uma presença constante na Igreja e a quem não o é, e mesmo aos não baptizados”.

Para o director da Pastoral Juvenil, “a cruz é sempre o sinal mais eloquente da nossa fé”, ainda mais quando se trata de uma representação “que tem um sentido muito particular da união dos jovens com o Papa e vice-versa”.

Em 2004 mobilizaram-se cerca de quatro mil pessoas, mas este ano o responsável prefere não adiantar uma estimativa, até porque Agosto, diz, é um mês em que a realidade pastoral “é mais heterogénea”.

Em cada diocese ou grupo de dioceses vai haver uma vigília de oração, estando também a ser preparadas localmente outras iniciativas de âmbito espiritual e formativo.

A Cruz vai ser recebida a 8 de Agosto por representantes de todas as dioceses, durante a missa de encerramento da Peregrinação Europeia de Jovens, em Santiago de Compostela.

As datas da passagem da Cruz por Portugal são as seguintes:

Dia 8: Viana / Braga
Dia 9: Vila Real / Bragança
Dia 10: Lamego / Porto
Dia 11: Aveiro
Dia 12: Viseu / Guarda
Dia 13: Algarve
Dia 14: Leiria-Fátima
Dia 15: Leiria-Fátima / Santarém
Dia 16: Coimbra / Portalegre
Dia 17: Lisboa / Setúbal
Dia 18: Ilhas
Dia 19: Ilhas

Dia 20: Beja / Évora / Partida para o Santuário de Lourdes (França), via Madrid

via Departamento Nacional da Pastoral Juvenil – Cruz das JMJ está a chegar a Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *